Método das Boquinhas: uma Neuroalfabetização (fundamentação teórica)

Livro de fundamentação teórica de Boquinhas, abordando o passo a passo de como aplicá-la e o funcionamento cerebral envolvido.
R$ 60,00
R$ 40,00

PRÉ-VENDA - ENTREGA EM FINAL DE NOVEMBRO 2017

Finalmente saiu! Livro de fundamentação teórica de Boquinhas, totalmente reescrito, abordando os pressupostos neurológicos envolvidos, a concepção de educação, comparativo entre outras metodologias e o passo a passo de como aplicá-la. Conta também com a história pessoal da autora sobre sua criação.

Prefácio do Dr. Clay Brites e os prefácios anteriores, de Mabel Condemarin e Sônia Moojen, de edições em que ainda constavam os distúrbios nesse livro.

Livro de 193 páginas, preto e branco, brochura.

É o que faltava para que seu TCC e trabalhos científicos envolvendo Boquinhas fossem bem citados, pois possui vasta bibliografia e forte embasamento teórico. Confira no vídeo tutorial abaixo sua explicação.

Confira ainda o prefácio do Dr. Clay:

        "A Neurociência e o advento das pesquisas multicêntricas com abordagem interdisciplinar na Educação tem trazido ao público especializado e leigo novas estratégias em metodologias aplicáveis na didática pedagógica e nos processos linguísticos envolvidos na alfabetização.  

         Desde os anos 70, por meio das teorias de Luria e Vygotsky,  sabemos que a aprendizagem cerebral depende uma  complexa rede onde uma função específica resulta da combinação organizada  - em série e em paralelo -  de conexões de várias habilidades.  Estímulos do ambiente entram por unidades primárias, associam-se a estímulos de outras unidades numa rede secundária a qual se inter-relaciona com estímulos terciários. A leitura, por exemplo, resulta de um conjunto de percepções e de vias de processamento visuais, auditivas, executivas e proprioceptivas.   

          Na esteira destas evidências,  a consciência fonológica e o desenvolvimento precoce de habilidades fonoarticulatórias comprovadamente estão diretamente associadas com a compreensão e a fluência de leitura e a utilização de modelos de alfabetização que priorizam e relevam a exposição explícita  a estas habilidades tem sido cada vez mais valorizadas.  Não obstante, as pesquisas científicas  tem confirmado maior eficácia destes modelos mas sem nenhuma surpresa pois nosso cérebro tem como mecanismo principal para processar o código alfabético amadurecer a percepção sonora da unidade gráfica e manipulá-la.

           Assim, é plenamente natural que esta obra traga em seu bojo um método naturalmente “neuroalfabético”.  O Método Boquinhas, que tive o privilégio de conhecer há mais de dez anos assim como sua autora, representa o protótipo do que nosso cérebro precisa para realmente receber e internalizar os mecanismos de percepção e assimilação das engrenagens necessárias para a competência de leitura.  Ao associar propriocepção, som, visualização oral, articulação de unidade sonora, recursos lúdicos num mesmo método,  Boquinhas revela-se um modo completo e especializado de “neuroalfabetizar”. 

           Sou testemunha do sucesso e do bem sucedido trânsito deste método entre os professores - especialmente aqueles que se veem `as voltas com crianças que não conseguem aprender a ler pelos caminhos mais utilizados ou porque apresentam transtornos de desenvolvimento – e tenho recomendado em minhas receitas médicas sua aplicação em pacientes de risco e naqueles que observo a necessidade de remediar problemas fonoarticulatórios e que não estão conseguindo se alfabetizar. Os resultados costumam ser satisfatórios e muitas vezes surpreendentes inclusive em alunos com deficiência intelectual.

           Parece mesmo que Boquinhas surgiu, dentro da filosofia de sua criadora e autora deste livro, para ser um modelo democrático de alfabetização pois tanto crianças ricas quanto pobres tem os mesmos mecanismo cerebrais básicos para o processamento inato da linguagem da leitura e da escrita.  Aplicá-lo significa dar as mesmas condições para ambos os estratos sociais chegando aos mesmos resultados e ajudando a reduzir o fosso de nossa  histórica desigualdade.  Alfabetizar pelos caminhos da neurobiologia permite oferecer competências para todos de forma equânime e horizontal.

           Outra contribuição saliente deste método é de unir, definitivamente, a Fonoaudiologia e a Pedagogia e serve como exemplo material do movimento recente da Fonoaudiologia Educacional em nosso meio. Todos sabemos da importância capital que a linguagem exerce sobre a aprendizagem escolar e a tendência atual tem preenchido esta lacuna com pesquisas e ações  de grupos destas referidas áreas.

           Ao adquirir esta obra, portanto, o leitor vai se atualizar e se  apropriar de conhecimentos que poderão auxiliar de forma ampla seus alunos ou seus filhos e terá em suas mãos um material que reconhecidamente poderá (aliás,  já pode) ser um instrumento de inclusão cognitiva e social para os processos de aprendizagem escolar independente da criança e do contexto em que ela está inserida.  Um belo exemplo de trabalho voltado para a busca de uma sociedade mais justa e mais engajada com os objetivos de uma verdadeira Educação".

 

Dr. Clay Brites

Pediatra e Neurologista Infantil do Instituto Neurosaber

Doutorando em Ciências Médicas pela UNICAMP

Integrante e pesquisador do DISAPRE-UNICAMP

  

Os clientes que compraram este item também compraram

Baralhinho de Boquinhas

saquinho com 65 cartas plastificadas com Boquinhas e suas letras.
R$ 15,00 R$ 10,00

Manual de Sondagens Boquinhas e mediações nas fases de escrita

Livro com sondagens básicas (1º e 2º anos) e intermediárias (3º e 4º anos). EF e EJA. Mediações e controle para avançar nas fases de escrita.
R$ 85,00 R$ 75,00

CARTELA DE BOQUINHAS - para download - GRÁTIS

Cartela contendo todas as Boquinhas. Útil para trabalhar individualmente, fixando a consciência fonoarticulatória.
R$ 0,00